Press Releases

LIVRARIA LELLO CELEBRA 118 ANOS ANUNCIANDO A CRIAÇÃO DE UMA FUNDAÇÃO E NOVOS ESCRITÓRIOS EM EDIFÍCIO HISTÓRICO

2024-01-15
A Livraria Lello celebra, no próximo dia 13 de janeiro, 118 anos com uma chamada de atenção sobre os números alarmantes da leitura e do acesso à cultura em Portugal. Sob o mote “É a hora!”, último verso da “Mensagem” de Fernando Pessoa, o objetivo é congregar outras instituições para, em conjunto, agir numa tentativa de alterar os números. No mesmo dia, apresentará a Fundação Livraria Lello, inaugurará uma nova exposição e novas montras dedicadas ao universo de Pessoa e celebrará ao som de Carminho.

Cerca de 60% dos portugueses não leram um único livro em 2022; 65,7% dos portugueses demonstra falta de interesse na leitura; 63,8% dos portugueses não visitou qualquer local cultural em 2022; Portugal foi o 4º país da União Europeia que menos investiu em serviços culturais. Os números, recolhidos no INE e no Eurostat, são preocupantes e revelam um país que lê muito pouco, e que dedica muito pouco tempo da sua vida à cultura.

A propósito da celebração dos seus 118 anos, a 13 de janeiro, a Livraria Lello, assumindo a sua missão de instituição cultural basilar no Porto, partirá destes números, e sob o mote “É a Hora!” – último verso d’ A Mensagem, de Fernando Pessoa, anunciará o seu programa para 2024, parte dele centrado neste propósito maior de contribuir para alterar estas estatísticas.

Paralelamente ao anúncio deste programa, no dia 13 de Janeiro será apresentada a Fundação Livraria Lello, haverá a participação de representantes de outras fundações, como a Fundação Antoine de Saint-Exupéry, a Fundação Charles Dickens, a Fundação Jane Austen e a Fundação José Saramago, que partilharão qual acreditam ser o contributo das fundações para o aumento da leitura, da literacia e do acesso à cultura, e serão ainda apresentados os novos escritórios da Livraria Lello e de outros projetos do Lionesa Group, que se situarão num edifício histórico da Rua das Galerias de Paris, e cujo projeto de arquitetura terá assinatura de Nuno Valentim, autor, por exemplo, da requalificação do Bolhão. Com este novo edifício e projeto, os atuais escritórios da Livraria Lello ficarão devolutos para que se possa iniciar a obra do novo espaço cultural da Livraria Lello, um projeto com assinatura do Pritzker Álvaro Siza.

O evento contará ainda com a participação da fadista Carminho, que interpretará duas músicas ligadas à vida e obra de Fernando Pessoa, e a inauguração de uma exposição relacionada com o universo pessoano, que contará com edições de livro e opúsculos editados em vida pelo autor, livros publicados postumamente e livros da biblioteca pessoal de Fernando Pessoa. Uma exposição desenvolvida em parceria com a Casa Fernando Pessoa.

O aniversário da Livraria Lello celebra-se numa cerimónia privada, que contará com a presença de governantes e representantes de várias instituições nacionais e internacionais. Terá início pelas 10h30, prevendo-se que termine pelas 12h00, com o cantar dos parabéns à Livraria Lello.

As portas abrem ao público pelas 12h30, sendo que nesse dia a entrada é livre, com oferta de livros aos 118 primeiros leitores, pelo que a Livraria Lello convida todos a virem celebrar e a trazerem as suas famílias.
 
 
1220_noticia