Press Releases

LIVRARIA LELLO INVESTE MEIO MILHÃO EM CARTAS INÉDITAS DE BOB DYLAN

2023-01-26
Mais de 150 páginas manuscritas pelo Prémio Nobel da Literatura pertencem agora ao espólio da Livraria Lello. Um conjunto de 42 cartas, escritas por Bob Dylan no final dos anos 50, que revelam as emoções de uma paixão adolescente, e os sonhos e aspirações do autor, foi ontem adquirido pela Livraria Mais Bonita do Mundo num disputado leilão que ocorreu nos Estados Unidos da América por mais de meio milhão de dólares, duplicando o valor inicial pelo qual foi colocado à venda.
 
Aos 17 anos, Robert Allen Zimmerman (agora conhecido como Bob Dylan) escrevia, tal como todos os adolescentes da época, cartas de amor à sua apaixonada. Barbara Ann Hewitt (a destinatária) estava longe de imaginar que Bob se tornaria num ícone mundial no mundo da música e num dos vencedores do Prémio Nobel da Literatura. 

Escritas no final dos anos 50, as 42 cartas de amor, agora adquiridas pela Livraria Lello num leilão que teve lugar em Nova Iorque, EUA, revelam a intenção que o autor já tinha de mudar de nome, o sonho de vender um milhão de discos (vendeu muitos mais), a música que ouvia, o seu talento para a poesia e, claro, a mestria com que usa as palavras para traduzir emoções. 

A Livraria Lello licitou este tesouro por 535 mil e 900 dólares (519 mil 330 euros), o que corresponde a mais do dobro do valor inicial pelo qual foi colocado à venda. “Foi uma noite e uma madrugada intensas e entusiasmantes que terminou com a nossa aquisição destas cartas do Nobel da Literatura, Bob Dylan. Estamos muito felizes por incluirmos as cartas que testemunham o nascimento de um autor inconfundível, tanto no plano literário como musical, no espólio da Livraria Lello, e por trazê-las para o Porto, reforçando a oferta cultural para o território”, refere a administradora, Aurora Pedro Pinto, acrescentando que “esta aquisição adquire uma particular importância por se tratarem de documentos de um Nobel da Literatura absolutamente único e irreverente”. Refere ainda que “este investimento dá continuidade à aposta que a Livraria tem vindo a fazer na valorização do património literário, que é também património cultural, transportando histórias únicas”.

Dylan foi o primeiro músico a receber o Prémio Nobel da Literatura, numa nomeação que causou grande polémica. O autor foi distinguido, em 2016, "por ter criado novas formas de expressão poética no quadro da grande tradição da música americana". O conjunto das cartas de amor que escreveu a Barbara Ann Hewitt na adolescência vai agora viajar dos Estados Unidos da América para o Porto, e será exibido a 13 de janeiro de 2023, dia em que a Livraria Lello celebra 117 anos.

Recorde-se que, desde junho de 2021, a Livraria Lello dedica todo o seu primeiro piso ao tema do Prémio Nobel da Literatura.  A instalação artística “Livraria Lello X Time: What Makes a Nobel?”, assinada pelo diretor criativo da revista TIME, D.W. Pine, destaca 143 autores, de todos os géneros, nacionalidades e épocas, alguns deles laureados com o Nobel, outros eternamente candidatos. Bob Dylan é um dos autores residentes nesta instalação. 
 
Livraria Lello investe mais de meio milhão de dólares e traz cartas inéditas de Bob Dylan para o Porto